Estamos chegando ao fim de um ciclo

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2015 13h08
Criança filipina pede esmola em ManilaCriança filipina pede esmola em Manila

Às vezes a gente tenta construir uma boa notícia, mas não tem jeito. Dólar batendo recordes em alta, desemprego tem a maior taxa para agosto desde 2009, Banco Central prevê inflação de 9,5% neste ano, mais que o dobro do centro da meta, e retração de 2,7% para o PIB.

Será que a culpa é dos brasileiros? Às 5h30 da manhã o plantador já está na roça e sua até o final da tarde. Na cidade, vivemos uma luta desenfreada.

O drama é só do Brasil ou de todo o mundo?

Joseval Peixoto cita Arnold J. Toynbee, historiador que mostra que as civilizações têm vida limitada.

É evidente que estamos chegando ao fim de um ciclo.

As estruturas de uma civilização já chegaram ao fim, mas não se sabe o que vem. Essa estrutura nebulosa pode durar até um século. Estamos num vazio.

Não é a simples falência de um pequenino partido no Cone Sul da América que vai resolver esse problema.

Ouça o comentário completo no áudio no começo do texto.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.