Ex-presidente da “puxão de orelha” em Aécio e dá “discurso para oposição”, diz Nêumanne

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2014 16h40

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deu “puxões de orelha” públicos no candidato à presidência do PSDB, Aécio Neves. O candidato disse que o Brasil está em um estado de desesperança e com a economia muito ruim, mas obteve como resposta do ex-presidente que “é preciso reconhecer o óbvio”.

“O Brasil, antes do Plano Real, tinha inflação de 20% ou 30%, e depois de 12 anos de PT, mais os seus oito, sobre o Plano Real, a inflação hoje, muito combatida, muito preocupante, é de 6%. Uma diferença que, em se tratando de um candidato da presidência da república como o senador mineiro, é preciso que ele tenha um pouco consideração pelos números”, contou o comentarista da Jovem Pan José Nêumanne.

Segundo o comentarista, o discurso de Fernando Henrique, na antecipação da comemoração dos 20 anos do Plano Real em uma festa tucana no senado, serve de lição para a oposição toda.

“Não adianta imaginar que, sozinhos, os candidatos do PSB e do PSDB vão canalizar a necessidade, a volúpia por mudança do povo brasileiro. Não é por aí. Não basta mudar. O cidadão precisa saber que ele vai votar para mudar e por isso ele vai melhorar. Até agora, a oposição não conseguiu tranquilizá-lo em relação a isso e é por isso que ele continua dando a vitória à Dilma”, disse Nêumanne.

Confira o comentário completo no áudio acima.