Falar de Mônaco é falar de sonho e glamour

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2016 17h52
Mônaco - Reprodução

Olá ouvintes, meu nome é Silvio Cioffi e hoje, em Minuto Turismo, vamos viajar para a Riviera, que fica Mônaco.

Não adianta fingir que não tem crise no Brasil, mas também não custa lembrar de lugares muito chiques, onde a crise quase nunca chega, caso de Mônaco, um principado à beira-mar, de apenas 2 km², encravado na costa da Riviera, entre a França e a Itália.

E falar de Mônaco, cuja capital é Montecarlo, é falar de sonho, de glamour, de iates fantásticos.

E de lembrar também da diva do diretor Alfred Hitchcock, a atriz norte-americana Grace Kelly, que filmou “Ladrão de Casaca” no Principado em 1954 – para, logo depois, se casar, na vida real, com o príncipe monegasco Rainier 3o.

Mas falar do Principado é também falar de Jacques Cousteau, o mítico capitão francês que inventou o aqualung, anos depois, foi nomeado diretor do Instituto Oceanográfico de Mônaco.

A instituição, com aquário e submarinos no acervo, é uma referência para quem gosta de mar –e se interessa pela história da exploração submarina.

Mônaco é também sede de um festejado cassino internacional.

Por tudo isso, com crise ou sem crise no Brasil, Mônaco é um destino inigualável!