Flora Gil trata mulher como se fosse propriedade em defesa a político

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2016 15h06
Flora Gil ao lado do ex-ministro da Cultura Gilberto Gil

Marco Antonio Villa comenta frase de Flora Gil quando perguntada sobre críticas ao político carioca Pedro Paulo, candidato de Eduardo Paes à sua sucessão.

Ele tem registrado dois incidentes de violência à mulher. Sua ex-esposa teve que vir à público para dar “esclarecimentos” sobre boletins de ocorrência que abriu contra Pedro Paulo.

“Acho um pouco exagerado isso. Sou mulher e nem poderia estar falando isso. Mas não deixaria de votar num político que admiro porque ele bateu na mulher. Eu pensaria melhor, mas deixar de votar só por isso acho simplório. Não tenho nada com isso, a mulher é dele”, afirmou Flora Gil, conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo.

Flora Gil fala como se a mulher fosse propriedade: “é dele”. Pode fazer o que quiser?

Temos lei, como a Maria da Penha.