José Nêumanne: “Tortura por agentes públicos no Brasil cresceu 129%”

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2014 19h45

Sempre que se fala em tortura, se pensa em tortura de preso político. De jovens que enfrentaram uma ditadura militar de direita, tentando implantar de qualquer maneira no Brasil, pelas armas, uma ditadura de extrema esquerda. Segundo o comentarista da Jovem Pan José Nêumanne, a tortura permanece nos dias de hoje.

“O jornal O Globo desta terça-feira traz uma reportagem de Cleide Carvalho impressionante. Mostrando que nos últimos três anos, o número de denúncias, de torturas, cometidos por agentes públicos no Brasil cresceu 129%. Entre 2011 e 2013 foram relatados 816 casos no Disk 100 (…) envolvendo 1.162 agentes do Estado. Só no ano passado, 361”, contou o comentarista.

De acordo com Nêumanne, os torturados hoje são os negros e pardos que cometem crimes comuns e estão sofrendo com isso nas delegacias de polícia, como sempre foram no Brasil.

“O governo, entendido de uma forma geral, é responsável. O Estado brasileiro é responsável. Os governadores estaduais e a presidente da República são diretamentes responsáveis contra esse crime coletivo cometido contra o povo brasileiro, que é a permanência e o crescimento da tortura nas delegacias e nos presídios comuns”, desabafou.

Confira o comentário completo de Nêumanne no áudio acima.