Lulistas estariam em festa com queda de prestígio de Dilma

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2014 10h57

Reinaldo, por que você diz que os lulistas devem estar em festa?

Porque veio a público mais uma pesquisa indicando que caem o prestígio da presidente Dilma Rousseff e o número de pessoas dispostas a votar nela. Levantamento CNTMDA, a exemplo do que já apontaram Ibope e DataFolha, mostra que é praticamente igual o número de pessoas que aprovam e que reprovam o governo Dilma. 47,9% a 46,1%.

Em relação a a Fevereiro é uma mudança e tanto. Ela era reprovada por 41%, portanto houve um aumento de 5,1 de pontos percentuais. E a aprovação, que era de 55%, despencou 7,1 pontos percentuais. Vale dizer, uma mudança contra Dilma de 12,2 pontos.

A pesquisa de intenção de votos também assusta os petistas. Em relação a fevereiro, Dilma caiu 6,7 pontos percentuais, e aparece agora com 37%. Em contrapartida, o tucano Aécio Neves subiu de 17% para 21,6%. E Eduardo Campos, do PSB, teve variação de positiva de pouco mais de dois pontos e aparece com 11,8%.

Dilma ainda venceria no primeiro turno, mas é uma hipótese puramente teórica, não vai acontecer. Na verdade, os números evoluem contra essa possibilidade, vejam essa simulação de segundo turno. Dilma aparece com 39,2 % contra 29,3% de Aécio. Para se ter uma ideia, há dois meses o placar era 46,56% a 23,4%, uma diferença de 23,2 pontos caiu para 10,1 pontos.

Contra Campos a presidente teria 41,3% e ele 24%. Em fevereiro os números eram, respectivamente, 48,6% e 18%. Dilma murchou e isso é um fato. Pressionada de todo lado, inclusive com os maus resultados da economia, Dilma afirmou nesta terça que confia na lealdade de Lula e disse ter a certeza de que contará com o seu apoio.

Gilberto Carvalho, secretário-geral da presidência, ao tentar defender Dima, deixou claro que há sim problemas e usou uma entrevista, calculem vocês, para convocar os petistas a defendê-la. Se o governo já precisa desse tipo de convocação, é sinal de que a coisa está feia.