Mais um capítulo do pífio julgamento do mensalão

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2017 11h19
Henrique Pizzolato

Condenado a mais de 12 anos de prisão no mensalão, Henrique Pizzolato vai cumprir pena no regime semiaberto.

O ex-diretor do Banco do Brasil teve a medida autorizada pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso.

Marco Antonio Villa comenta: Acompanhei todas as sessões da ação penal 470. É pífio. Só no Brasil você tem réus julgados por uma composição diferente de juízes (no Brasil, ministros). É inacreditável, mais uma jabuticaba brasileira.

Esse senhor era acusado do fundo Visanet. Petista. Usava agências de propaganda. Foi condenado a uma pena severa.

Lembrar que no processo do mensalão o núcleo político pegou penas leves, passou quase incólume, e o núcleo financeiro e publicitário, penas pesadas.