Mendes dá recado para a Lava Jato, mas ela seguirá neste ritmo

  • Por Jovem Pan
  • 13/02/2017 10h19
Brasília - O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, acompanhado do ministro da Defesa, Raul Jungmann, diz que o eleitor se sentiu seguro e foi às urnas (Valter Campanato/Agência Brasil)Ministro GIlmar Mendes- Fotos Públicas

Vale lembrar uma frase dita há poucos dias pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes: “temos um encontro marcado com as alongadas prisões que se determinam em Curitiba”. Este foi outro recado para a Lava Jato, segundo Augusto Nunes.

Gilmar Mendes, segundo o comentarista, deveria marcar um encontro com os responsáveis pelo absurdo de que mais de 50% dos presos no Brasil estão no aguardo de um julgamento em prisão provisória.

“Mas Mendes também parece acreditar que será possível conseguir um tratamento privilegiado para os clientes do foro privilegiado. Não vai conseguir. A Lava Jato vai avançar neste ritmo até o fim, porque esta é a vontade do povo brasileiro”, diz Augusto Nunes.

Confira: