Mês de agosto nos reserva surpresas para a crise brasileira

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2015 12h31
Jânio Quadros Jovem Pan foto 2

O comentarista Marco Antonio Villa fala sobre o mês de agosto, que sempre reserva surpresas na política brasileira, e “não é de hoje”. Villa destaca duas datas em agosto, uma que levou ao suicídio do presidente Getúlio Vargas e outro momento, que é a renúncia do presidente Jânio Quadros. O comentarista diz que agora entramos em agosto em uma enorme crise política, ética e econômica. Ele destaca os depoimentos na CPI, manifestações contra o Governo e os desdobramentos das investigações sobre a corrupção na Petrobras.

*OUça o áudio completo