Não tornem “fascismo” a palavra de 2016

  • Por Caio Blinder/Jovem Pan
  • 09/12/2016 05h56
dicionário

Abaixo o fascismo. Claro que esta palavra de ordem é fácil. Devemos abominar o fascismo. E para o dicionário Merriam Webster é pessoal, sua razão de ser. Assim, a direção do dicionário está fazendo uma súplica aos leitores que realizam busca no seu site para que não tornem fascismo a palavra de 2016.

Sim, fascismo é popular no Merriam Webster e o dicionário está triste que possa integrar a elite das palavras do ano como já aconteceu com ciência e integridade (ok, socialismo já foi agraciado também com o título). Mas, fascismo é um fenômeno em todos os sentidos e a busca disparou em novembro, após a vitória de Mr. Trump, tornando-se a quarta palavra mais buscada na história do site do dicionário.

E através de uma campanha nas redes sociais, o pessoal do Merriam-Webster quis motivar os leitores a direcionarem seu interesse para outras palavras, alguns realmente distantes do dia-a-dia da população. Não deu outra. Aí irrompeu a busca pelo significado da palavra flummadiddle, que significa absurdo. Confesso que não conhecia a expressão em inglês. No entanto, insuficiente para sequer chegar perto da absurda popularidade de fascismo.

Em 2015,  já havia muito interesse pelo sufixo “ismo”, com muita busca por fascismo. No entanto, suplantada por socialismo, graças à campanha do senador socialista Bernie Sanders nas primárias do Partido Democrata, vencidas no final por Hillary Clinton, derrotada no final por Donald Trump.

Falando em Trump, outra palavra muito buscada no dicionário em 2016 tem sido misoginia, mas a busca por fascismo cresceu 400% em relação ao ano passado. Para o dicionário palavras do ano valem não apenas pela frequência na busca, mas por darem uma noção sobre o que as pessoas estão pensando.

E a propósito, qual é a definição de fascismo no dicionário Merriam-Webster?
1) Uma filosofia política, movimento ou regime que exalta a nação e frequentemente raça acima do indivíduo e que defende um governo centralizado autocrático encabeçado por um líder ditatorial, severa arregimentação econômica e social e forçada supressão da oposição.

2) A tendência por ou efetivo exercício de forte controle ditatorial ou autocrático.

Se fascismo vencer no Merriam-Webster, irá se juntar a sombrias expressões campeãs de 2016 em outros dicionários, como pós-verdade, selecionada pelo Oxford. Já o Cambridge escolheu paranoia e o Dictionary.com cravou xenofobia.

Abaixo estas palavras. Viva palavras mais positivas em 2017.