Nêumanne: “André Vargas (PT) é um pândego, imprudente e trapalhão”

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2014 21h55

O André Vargas (PT) é realmente um pândego, imprudente e trapalhão, segundo o comentarista da Jovem Pan, José Nêumanne. “Quando ele apareceu no dia 3 de março (…) com o punho erguido, ao lado do Joaquim Barbosa, provocando o presidente de um poder, ele era apenas um trapalhão divertido. Depois se descobriu que ele foi pra João Pessoa, num voo pago por um doleiro preso na Polícia Federal e protagonista do escândalo da operação Lava Jato, lavagem de dinheiro da Petrobras, somando R$ 10 bilhões”, disse.

Depois se descobriu que isso era bobagem, perto do vazamento dos documentos pela Polícia Federal que mostram que ele tentou fazer uma negociação favorecendo o doleiro, amigo há 20 anos, numa compra de remédios por um laboratório fantasma.

“Agora os jornais estão divulgando, e as revistas também, a TV já deu, a frase do doleiro em uma troca de mensagens: “cara, estou trabalhando. Fica tranquilo, acredite em mim. Você vai ver quanto isso vai valer tua independência financeira e a nossa também””, contou. O deboche foi substituído por um tom dramático, no qual o doleiro faz um apelo: “estou enforcado, preciso de ajuda pra captar, estou no limite”, e obteve como resposta de Vargas: “vou atuar”.

Confira no áudio acima o comentário completo de Nêumanne, no qual o comentarista pede a cassação e o julgamento na justiça comum.