A notícia não pertence ao repórter; a notícia pertence ao povo

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2015 15h11
Supremo Tribunal Federal (STF) durante sessão plenária de julgamentos (Nelson Jr/STF)Plenário do Supremo Tribunal Federal

Joseval Peixoto comemorou a decisão da segunda turma do STF que enriquece a luta em defesa da liberdade de informações.

Um repórter de São José do Rio Preto divulgou informações sobre investigação da Polícia Federal a respeito de uma delegacia da cidade do interior de São Paulo.

A tentativa de repórter do jornalista visava a chegar à fonte de Alan de Abreu, do Diário da Região. O repórter tem direito de ocultar suas fontes, garantiu a corte máxima do País.

Alan teria cometido crime de divulgar dados sigilosos da investigação.

Para o jornalista, isso não interessa. A notícia não pertence ao repórter; a notícia pertence ao povo.