Os 70 anos de Auschwitz: estamos vivendo mais um hecatombe da história?

  • Por Jovem Pan
  • 27/01/2015 16h34

Ex-prisioneiro Miroslaw Celka visita a prisão de Auschwitz no aniversário de 70 anos de libertação do campo de concentração nazista na Polônia

Ex-prisioneiro visita a prisão de Auschwitz 70 anos depois da libertação do campo de concentração nazista na Polônia

Nesta terça-feira, completam-se 70 anos desde a libertação dos presos do maior campo de concentração, trabalho forçado e extermínio do Nazismo, no sul da Polônia: Auschwitz.

Séra disponibilizado um documentário, “The Night Will Fall”, com cenas do holocausto nunca antes vistas de tão fortes. Joseval Peixoto destaca ainda entrevista à Folha de uma sobrevivente de Auschwitz radicada no Brasil, em que diz: “Meu coração dói muito; não rezo mais; só sei que sou judia”.

Isso é passado? Ou estamos vivendo hoje às portas de uma hecatombe da história outra vez?

Estado Islâmico ocupando partes do Iraque e da Síria, o choque entre Rússia e Ucrânia, problemas de palestinos, judeus e todo o mundo árabe, as ameaças da Coreia do Norte, o ódio eterno de Rússia e Japão,… Será que a história não volta?

Ou o videotape seja talvez a única invenção filosófica da história.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.