Pecado original do Templo de Salomão volta à tona

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2016 10h57
Templo de Salomão - Publicas

Para evitar fechamento do Templo de Salomão, Universal do Reino de Deus se compromete a doar à Prefeitura de São Paulo um terreno no Belenzinho.

A área negociada oferecida pela igreja tem 17 mil m², é avaliada em R$ 38 milhões e será destinada para moradias populares.

Marco Antonio Villa comenta: no campo político, a pergunta é: por que foi dada autorização de uma obra que não foi autorizada?

Tem esse pecado original, que agora é resolvido dessa forma. O dono da igreja, bispo Edi Macedo, possui uma casa luxuosa em cima do templo, dentro da própria construção, algo que nem Salomão fazia.

Os caras se autointitulam apóstolos.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.