Petrobras e Eletrobras perderam mais de R$180 milhões dos brasileiros

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2014 15h46

Nêumanne, como é que as administrações do PT, nesses últimos 11 anos, têm tratado o patrimônio público investido em empresas estatais, ainda estatais?

Em todas as suas campanhas para todos os cargos, o Partido dos Trabalhadores tem investido no discurso de que os tucanos jogaram foram o patrimônio público entregando, praticamente de graça, ao capital internacional na privatização. Nesta segunda-feira, o jornal O Globo reproduziu uma reportagem de Danilo Farielo que conta o seguinte: em 2008, o valor de mercado da Petrobras era cinco vezes superior ao da colombiana Ecopetrol; no ano passado, as duas empresas chegaram a valer o mesmo na bolsa. Enquanto a petrolífera vizinha praticamente manteve o seu valor de mercado nos últimos três anos, a estatal brasileira encolheu 137 bilhões de dólares, ou 60%, desde o fim de 2010.Em reais, a Petrobras valia 380,24 bilhões, e passou a valer 214,68 bilhões – um tombo de 43%.

Ainda mais acelerada foi a desvalorização da segunda maior empresa controlada pelo governo, excluídos os bancos: do quarto trimestre de 2010 até o último balanço publicado no terceiro trimestre de 2013, a Eletrobras viu seu valor de mercado em reais cair 63% – de 26,2 bilhões de reais para 9,6 bilhões segundo cálculos da consultoria Economatica.

Juntas, as duas perderam 182,16 bilhões de reais do dinheiro meu, seu, do povo brasileiro, que o PT diz zelar. Contra a argumentação ideológica, os números bastam.

Em relação à Petrobras, há muito tempo que eu venho chamando atenção pra denúncia feita por Haroldo Lima, um comunista baiano que dirigia a Agência Nacional de Petróleo e que denunciou com números, na revista Piauí, na reportagem de Consuelo Dieguez, o desastre que foi a gestão Lula-Dilma para o petróleo e a Petrobras. Até hoje, Dilma, que foi ministra de Minas e Energia e é atualmente presidente da República, vive a falar do pré-sal, que foi a grande promessa do “padim” Lula, de Caetés.

Em relação à Eletrobras, nem precisa falar que a Dilma é a dona da “Luz para todos” e ela levou a Eletrobras a essa situação de desastre total, que não tem a ver com falta de chuva nem com nada. É com má gestão mesmo. E é isso aí. Não sei se a privatização dos tucanos foi grande coisa. Agora, a Petrobras era a jóia da Coroa da esquerda em matéria de estatização, de estatais, e a Eletrobras também. E o resultado da gestão da gerentona e do seu padrinho tá aí, né? O resultado tá aí. É só ver os números e analisar.

José Nêmanne Pinto. Direto ao assunto. Rádio Jovem Pan.