Pingo Final: Tomara que a CPI da Petrobras não desmoralize o Parlamento brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2015 12h10
BRASÍLIA, DF - 31.05.2011: REUNIÃO/BANCADA/CÂMARA/DF - O ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, após reunião com a bancada do governo na Câmara dos Deputados, na 302 norte, nesta terça-feira. (Foto: Alan Marques/Folhapress) Foto: Alan Marques/Folhapress Luiz Sérgio close

O Pingo Final desta sexta-feira (06) vai para o Petrolão: o Procurador Geral da República entregou a lista dos investigados ao Supremo Tribunal Federal. Ao mesmo tempo, Rodrigo Janot disse que não há necessidade de fazer da presidente Dilma Rousseff outro alvo da apuração. Agora, com a iminência da divulgação dos nomes, Brasília aponta dedos e acusa governo e oposição de partidarizar a chamada “Lista de Janot”, podendo favorecer uns e outros.

O clima também se intensificou na capital depois que Hugo Motta, presidente da CPI da Petrobras anunciou a instalação de quatro sub-relatorias na Comissão. A decisão vai descentralizar a investigação e diluir o poder do relator petista Luiz Sérgio.