Por que a oposição ficou em silêncio sobre a corrupção?

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2017 10h28

Aécio Neves (PSDB-MG) dá risada em momento de descontração ao lado da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) Moreira Mariz/Agência Senado Aécio conversa com Dilma

Nos 13 anos em que o PT esteve no poder, com os seus sócios, a oposição partidária esteve de férias. O cortejo de maracutaias patrocinadas ou oferecidas pelo Planalto começou em 2003 e ainda não cessou.

Nesse período não se ouviu um único discurso efetivamente indignado dos líderes dos partidos da oposição. Nesta semana, o mistério acabou.

Primeiro, não pode indignar-se com a corrupção quem de alguma forma se envolveu com casos de corrupção.

Segundo, todos sabiam ou desconfiavam que um dia estariam juntos na lista do Fachin.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.