Possível delação de Cunha pode ser um embuste

  • Por Jovem Pan
  • 21/10/2016 08h21
Brasília - O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, embarca para Curitiba após ser preso pela Polícia Federal. (Wilson Dias/Agência Brasil)Eduardo cunha é transferido apos ter prisão decretada - AGBR

Preso pela Operação Lava Jato, Eduardo Cunha diz aos advogados que “vai falar”.

O ex-deputado pretende colaborar para reduzir a possível pena, mas o Ministério Público Federal exige o cumprimento mínimo de 3 anos de reclusão.

Marco Antonio Villa comenta: fala, Cunha. Mas ele pode ser um embuste, falastrão.

Muitas das denúncias que ele diz que vai fazer podem dar em nada. Pode ser que a montanha vá parir um rato

Se investigadores já souberem o que ele revelar, não será fechado o acordo de delação.

Outra questão é onde está o dinheiro de Cunha.

A superdelação, a bomba mesmo, vai ser dos diretores da Odebrecht e altos funcionários da companhia, cerca de 50. Vai sacudir a política.

Cunha é árvore, Odebrecht é floresta.