Programa de Temer quer abrir apetite dos empresários investidores

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2016 12h40
Moreira Franco

O Programa de Parceria e Investimentos (PPI), lançado pelo governo Temer nesta terça (13), trata-se de um pacote destinado a abrir o apetite dos investidores, abalados pela devassa da Lava Jato, a recessão econômica e a crise política, que varreu Dilma Rousseff do mapa.

Concessões de rodovias, portos, aeroportos, gasodutos, postos de petróleo e outros projetos sera serão reembaladas e recolocadas na prateleira para os empresários, desta vez sem o rótulo do petismo.

Ou seja, não haverá avisos do tipo: “não gostamos de lucro”, “temos aversão a taxa de retorno elevada” e “vamos controlar a sua tarifa”.

Sob o comando do ministro Moreira Franco, o governo reuniu especialistas em parcerias público-privadas e regulação, simplificou processos e desburocratizou editais na expectativa de que o mercado responda e volte a fazer investimentos.

Empresários esperam que o governo dê antes mostras de que vai avançar com o ajuste fiscal e com as reformas pois, apenas assim, o custo de investir no Brasil será reduzido. E eles poderão chegar à gôndola, tirar os produtos da prateleira e passar pelo caixa.