Promotor diz ter consciência que Vaccari cometeu crimes como presidente da Bancoop

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2015 10h10

O tesoureiro do PT Renato Ribeiro Silva/Futura Press/Folhapress O tesoureiro do PT

O comentarista José Nêumanne Pinto fala sobre o depoimento do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que segue preso por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. No entanto, ele ainda responde uma velha ação na justiça paulista. Ele depôs na fase final do escândalo da Bancoop. Ele negou todas as acusações feitas, mas acontece que durante sua presidência, a Bancoop perdeu R$ 100 milhões e faliu, para desespero das famílias que não receberam pelos imóveis que pagaram. O promotor do caso, que é na Justiça Estadual Paulista, disse que tem consciência que Vaccari cometeu crimes como presidente da Bancoop, e que o esquema montado é o embrião do mar de lama produzido em outros escândalos.

*Ouça o áudio completo