PT chegou à conclusão de que não teria como vencer no Supremo pela CPI mista

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2014 13h04

Por que o PT não se mexeu pra protestar contra a decisão de Rosa Weber no supremo Tribunal Federal, e o Renan Calheiros teve de ser, segundo consta, convencido a não pedir o julgamento do caso da CPI da Petrobras misturado com outras, no Plenário do Supremo Tribunal Federal?

Quando o PT anunciou que não recorreria a decisão de Rosa Weber, não pediria a decisão do Plenário do Supremo para o caso, ficou claro que o pessoal do governo e seus principais aliados chegaram a conclusão que simplesmente não tinha como vencer, por mais que o Plenário do Supremo esteja cada vez mais controlado por uma certa adesão ao Governo, ele não teria como decidir contra o princípio constitucional obvio de que a minoria tem direito a CPI e que a CPI tem que julgar um caso específico.

O Renan Calheiros chegou a anunciar que está disposto a protestar e pedir ao Plenário, porque o Renan Calheiros faz parte da tropa do “jogo sujo”, do “serviço sujo”. Ao lado do seu ex-chefe e companheiro, Fernando Collor de Mello, lá de Alagoas, eles são da tropa de choque do Governo. Eles fariam um serviço sujo para não ter de sujar mais a ficha já sujíssima do PT, né? Então isso aí está obvio.

Agora, o que não entendo é por que o Governo continua insistindo tanto em pedir que a CPI da Petrobras seja instalada e comece a funcionar. O portal do Globo deu nessa segunda-feira que já se calcula em 2 bilhões, e não mais em 1 bilhão, o prejuízo total da refinaria que a Petrobras comprou em Pasadena no Texas. E ela não vale nem 200 milhões conforme foi anunciada a época em que a Dilma tentou mandar vender.

Pois é, do jeito que as coisas andam, se a CPI não for instalada logo, quando ela for instalada esse prejuízo já terá chegado a 10 bilhões de dólares ou coisa que o valha. Tá deixando cada vez mais de ser aquele troco de pinga de que falam tantos os áulicos que o Governo tem na imprensa.