Quando a corrupção é demais

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2014 13h21

Todas as manchetes dos jornais brasileiros têm falado todos os dias sobre corrupção.

A corrupção é uma das coisas mais antigas do mundo. A lei de 53 antes de Cristo já falava de corrupção, do pretor que vendia sentença para cidadão romano.

No Brasil, a lei fala em solicitar ou receber para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função, ou mesmo antes de assumir, uma vantagem indevida.

Ou seja, basta solicitar, não precisa nem receber.

É uma forma da lei penal, que não distingue quanto.

Às vezes é até uma pena que isso aconteça. Hoje a manchete de O Estado de São Paulo é a seguinte: “TCU vê sobrepreço de R$1,1 bilhão em 20 obras de empreiteiras”.

É solicitar demais.