Região Sul registra maior número de casos de câncer de pele melanoma

  • Por Jovem Pan
  • 01/03/2017 10h57
Paolla Oliveira curte dia de sol na praia - Instagram

Um estudo feito pelo Observatório de Oncologia mostra que historicamente os Estados da região Sul do Brasil registram o maior número de casos de câncer de pele melanoma, que é o mais agressivo, mas também é o mais raro. Esse tumor atinge principalmente as pessoas de pele mais clara.

O Observatório de Oncologia usa dados abertos do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional do Câncer e do IBGE em seus estudos. O levantamento sobre câncer de pele, também mostra que a chance de óbito por melanoma é de 26% no Brasil. No entanto, se diagnosticado em estágio inicial, é curável e tem bom prognóstico.

Segundo os dados do Inca, são 3.316 mortes por ano por câncer de pele melanoma e não-melanoma. A melhor forma de prevenir é evitar a exposição aos raios ultravioleta entre 10 da manhã e quatro da tarde. O protetor solar deve ser usado junto com roupas protetoras, óculos e chapéu.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: vencerocancer.org.br

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.