“Retrato Natural” é uma poesia que representa uma viagem interior

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2014 21h00

A editora Global de São Paulo está relançando mais uma obra de Cecília Meireles: “Retrato Natural”, que foi publicado pela primeira vez em 1949. Já nesse livro, Cecília Meirelles antecipava como seria a sua vida na poesia deste país.

Uma poesia que representa uma viagem interior, onde se esconde as coisas mais íntimas do homem. A poesia de Cecília Meireles é de sentimento. Aquela poesia que vem de dentro e da observação da existência, em detalhes nem sempre vistos pelos olhos comuns.

O texto de apresentação dessa reedição de “Retrato Natural” é assinado por Manoel da Costa Pinto, que fala da música na poesia de Cecília Meireles. Essa música guardada dentro dos poemas, uma poesia que se faz seguindo o ritmo da palavra até chegar ao que é perene.

Mais um belo livro que vale a pena ler e reler, sempre. Um livro de poesia que é poesia, o que está muito difícil no Brasil de hoje.