“On the road” nas estradas da Califórnia

  • Por Jovem Pan
  • 16/06/2016 18h57
Mulher com filha nos braços em orla de Santa MonicaMulher com filha nos braços em orla de Santa Monica

Olá ouvintes, meu nome é Silvio Cioffi e hoje viajaremos pelo Golden State, que é como os norte-americanos chamam o Estado do Califórnia.

Você sabia, ouvinte de Minuto Turismo, que Juan Rodriguez Cabrillo, codinome de João Rodrigues Cabrilho, o navegador que descobriu a Califórnia a soldo do rei da Espanha, era português?

E é por isso que, viajando pelas estradas desse Estado banhado pelo oceano Pacífico, o brasileiro vai encontrar referências históricas que nos são familiares.

Entre duas das principais cidades, Los Angeles, mais ao sul, e San Francisco, ao norte, há duas estradas, a 1, mais cênica e litorânea, e a 101 (“one-o-one”), mais veloz.

E assim, percorrendo cerca de 730 km pela costa entre L.A. e San Francisco, é possível visitar lindas cidades que tiveram origem em missões católicas.

Em Santa Bárbara, por exemplo, há uma velha missão, uma importante universidade e um píer de madeira de 1871 com ótimos restaurantes.

E, em São Luis Obispo, na igreja-museu construída em 1772 diante de um riacho ainda límpido, há diversas fotos de casamentos antigos entre pessoas com sobrenomes lusos como Oliveira e Pereira.

Já em Santa Cruz, em cuja praia há ondas gigantes, o farol, ou “lighthouse”, abriga um museu pequeno e caprichado museu dedicado à história do surfe.

Chamado de “esporte dos reis”, o surfe, originário do Havaí, foi levado a Santa Cruz por príncipes havaianos bem no início do século 20.

Durante a viagem, você ainda vai encontrar diversos topônimos que remetem ao português, caso de Morro Bay e de Los Osos Valley Road, esse último nome de uma linda estrada cênica entre o mar e as montanhas da Califórnia.

E vai ficar admirado com os vinhedos e as grandes hortas nas estradas vicinais.

Qualquer que seja a sua escolha, não deixe de incluir no roteiro californiano grandes cidades como Los Angeles ou San Francisco.

E então, garoto, que tal curtir uma vida de cinema e fazer um “on the road” em plena Califórnia?