Roma, suas delícias e seus artesãos

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2016 16h46
Praça de São Pedro recene público grande durante missa de beatificação do Papa Paulo VI

Olá ouvintes, meu nome é Silvio Cioffi e hoje em MINUTO TURISMO vamos explorar Roma, capital da Itália, antiga capital de um imenso império e uma Cidade Eterna que conta com mais de 2.700 anos de história.

Dentro dela, a monumental praça de São Pedro é um marco do Vaticano, o Estado-sede da Igreja Católica.

Uma vez em Roma, você vai notar que a cidade foi edificada em camadas e que, por todos os lados, há testemunhos de um passado que é romano, etrusco, profano, sagrado e renascentista.

Os lugares mais admirados pelos turistas têm, no entanto, as marcas do estilo barroco: a fontana de Trevi, a escadaria da Piazza di Spagna, a insuperáveis fontes e esculturas da Piazza Navona.

Eu estive lá recentemente e, para além desses monumentos, tratei de visitar lugares bem romanos, como o bairro do Trastevere, onde ficam o ghetto, a sinagoga e restaurantes típicos judaicos cujas especialidades são os alcachofrinhas fritos e os pasteizinhos de flores de abóbora recheados com muçarela e alice.

E descobri que a Câmara de Comércio de Roma, com seu Progetto Ere, está preocupada em manter os ateliês históricos que fazem de tudo: confeccionam chapéus elegantes e sapatos sob medida, restauram pinturas e antiguidades valiosas, confecionam jóias, esculturas, lustres e grandes vitrais, tingem tecidos, estofam móveis e revestem cúpulas de abajures.

E você, preparado para explorar em Roma as grandes belezas barrocas, as delícias da boa mesa e as pequenas maravilhas e jóias confecionadas pelos seus artesãos mais tradicionais?