Saiba os cuidados com crianças e adolescentes durante o tratamento de câncer

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2017 08h33
ARH-18. Sana'a (Yemen), 14/01/2017.- A Yemeni child waits to receive treatment at a health center in Sana'a, Yemen, 14 January 2017. According to reports, the United Nations has estimated that more than 370,000 children are at risk of starvation in Yemen and are in urgent need of care due to a 21 month-conflict between the Saudi-backed Yemeni government and the Houthi rebels. EFE/EPA/YAHYA ARHABCriança iemenita espera para receber tratamento em centro de saúde em Saná

Vamos falar um pouco sobre os cuidados que os pais devem ter durante o tratamento das crianças e adolescentes com câncer.

Como as terapias são mais intensivas porque as crianças e os adolescentes toleram mais e respondem melhor a elas, a imunidade pode cair.

Pacientes em quimioterapia, por exemplo, não podem tomar as vacinas compostas por vírus atenuados. Estão nesse grupo as vacinas contra poliomielite, catapora e febre amarela.

Lugares com aglomerações de pessoas, como festas, devem ser evitados durante a fase mais intensiva do tratamento por causa do risco de infecção.

Viagens podem ser feitas desde que o hemograma do paciente esteja normal, o quadro clínico esteja bom e o tratamento não seja interrompido. Mas atenção! O paciente não pode ter contato com a areia e com o mar porque a poluição pode causar infecções. Também não pode frequentar piscinas públicas ou de clubes porque os fungos que aparecem nas bordas são prejudiciais.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: vencerocancer.org.br