Salvador, a Cidade da Bahia, esbanja cultura

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2016 16h20
Elevador Lacerda

Olá ouvintes de Minuto Turismo, meu nome é Silvio Cioffi e, em tempos de descobrir o turismo do Brasil, vamos falar de Salvador, historicamente chamada de “A Cidade da Bahia”.

Nossa primeira capital esbanja construções coloniais como as igrejas do Pelourinho, e é também uma capital cultural antenada, cidade-berço de nossa melhor música contemporânea.

Depois de visitar o Pelourinho, desça pelo Elevador Lacerda e se perca no interior do Mercado Modelo, outro monumento soteropolitano tão importante quanto o idílico Farol da Barra.

Na hora da fome, seja no Mercado, seja nos restaurantes onde imperam a moqueca, as farinhas de dendê, os caranguejos e as caipiroscas de frutas do Nordeste, a culinária afro-baiana dá o tom.

No tabuleiro das baianas, especialmente no largo da Mariquita, lá no bairro do Rio Vermelho, o acarajé é quase um monumento gastronômico baiano.

E, depois, ou antes de matar a fome, faça como o nosso maior poetinha e passe uma tarde em Itapoã!