A sugestão de Dirceu à companheirada

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2017 10h24
José Dirceu

Na carta em que acusa o juiz Sergio Moro de manter na cadeia quem merece, o reincidente sem cura, José Dirceu, embutiu três avisos:

Primeiro: embora não pareça, está vivo.

Segundo: o ex-capitão do time do Lula quer trocar as velhas chuteiras por tornozeleiras novas.

Terceiro: está precisando urgentemente de dinheiro.

Assim, enquanto luta pela liberdade e pela reabertura da usina de falcatruas disfarçada de consultoria, o “guerreiro do povo brasileiro” está sugerindo à companheirada que faça uma vaquinha por mês para livrá-lo da miséria absoluta.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.