Susto do PMDB não deve ocorrer em sabatina de Moraes

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2017 10h44
Michel Temer e Alexandre de Moraes - ABR

O cenário é de calmaria para Alexandre de Moraes. A ideia é de que ele seja aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e já submetido ao plenário nesta terça (21).

Mas o PMDB, quando resolve dar um susto no governo, faz uma espécie de blitz e vai para cima. Vera Magalhães não acredita, no entanto, que a sigla utilize este momento, até porque o partido ajudou na escolha do ministro da Justiça para o posto no Supremo Tribunal Federal (STF).

Alguns peemedebistas reclamam que Moraes é muito tucano. Outros dizem que o partido (PMDB) não pode estar a reboque do governo, discurso muito repetido nesta segunda.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.