Temos a impressão de que a corrupção não termina

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2016 11h00
Dedo e mão do Lula

O comentarista Marco Antonio Villa fala sobre a Operação Abismo, 31ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta segunda-feira (04).

“Pode para alguns revelar cansaço”, diz Villa que acrescenta que parece um poço sem fim de corrupção no País. “Uma organização criminosa tomou o aparelho do Estado”, ressalta.

Essa foi uma estrutura partidária que tomou o aparelho do Estado e roubaram grandes valores. Nesta fase da Lava Jato fala-se em propina de R$ 39 milhões. “A impressão que dá é que não termina”, diz.

*Ouça o áudio completo