Todo e qualquer nódulo mamário deve ser avaliado por um médico

  • Por Jovem Pan
  • 14/12/2016 10h40
O governador Geraldo Alckmin durante anúncio de Programa de Rastreamento de Câncer de Mama - "Programa Mulheres de Peito". Data: 05/02/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIAMamografia

Todo nódulo mamário, com ou sem dor e independentemente do tamanho, deve ser avaliado. Ele é o primeiro sinal de que algo pode estar errado.

Mulheres que não fazem a mamografia de rotina podem perceber o tumor na mama quando ele estiver já com dois a três centímetros. O ultrassom também pode ajudar na detecção do câncer de mama.

Já as que fazem o exame regularmente detectam antes, o que aumenta a possibilidade de cura.

Outros sinais que podem indicar o câncer de mama são: deformidade ou aumento da mama, retração da pele ou do mamilo, aumento dos gânglios nas axilas, secreção nos mamilos incolor ou com sangue, vermelhidão, inchaço e dor na pele mamária.

O oncologista Fernando Maluf alerta: o diagnóstico só pode ser feito pelo médico. Por isso, consulte seu médico regularmente.

Confira: