Uma boa avaliação clínica pode determinar se a pessoa está ou não com Alzheimer

  • Por Jovem Pan
  • 05/03/2015 21h00

O cardiologista Mauricio Wajngarten fala sobre uma das preocupações mais frequentes nos consultórios e ambulatórios: o Alzheimer.

Ele alerta que, para ter uma demência de Alzheimer é preciso ter muito mais que apenas a perda de memória. Dificuldade na linguagem, no planejamento do dia, para se vestir ou reconhecer objetos, além de alterações do humor e obsessões.

“Isso tem que vir acompanhado por um período de seis meses de grandes prejuízos nas atividades sociais”, diz o cardiologista. Saiba quais são as causas do mal de Alzheimer no áudio completo.