Venezuelanos acampam em Caracas e jornais não têm papel para circular

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2014 11h08

Jovem oposicionista protesta na Praça Altamira de CaracasManifestante de oposição em Caracas

Joseval Peixoto comenta na finalização do Jornal da Manhã desta segunda a situação dos protestos na Venezuela.

Manifestantes de oposição ao governo Nicolás Maduro acamparam em frente à sede das Nações Unidas em Caracas, capital do País. Lá, eles decidiram ficar sentados, cantar o hino do País e rezar (há até um altar erguido). Eles varrem a calçada onde estabeleceram-se.

Enquanto isso, saiu uma crônica no “The New York Times” atribuída a Maduro em que ele ele diz que “os venezuelanos estão orgulhosos de nossa democracia”. “O que é irônico é que enquanto usa o espaço de veículo estrangeiro para dar sua mensagem, os jornais do país não têm papel e não saem às ruas, porque o Governo se recusa a importá-lo”, critica Joseval.

E as rádios e televisões já estão caladas há muito tempo, avalia o comentarista Jovem Pan.

Ouça o comentário completo no áudio acima.