‘STF é Putin e Bolsonaro é a Ucrânia’, compara Constantino sobre crise entre poderes

Comentaristas do programa 3 em 1, da Jovem Pan, repercutiram a ação do presidente Jair Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, por abuso de autoridade

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2022 18h03
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Presidente da república, Jair Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto Presidente Jair Bolsonaro afirmou que precisa passar metade do seu tempo se defendendo de "interferências" do poder Judiciário

O vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, afirmou nesta quinta-feira, 19, que a “Justiça tem a vontade de concretizar a democracia e a coragem de lutar contra quem não acredita no Estado Democrático de Direito”. A fala é uma resposta às recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL), que participou do Congresso Mercado Global de Carbono e, no local, alegou que passa a metade do seu tempo se defendendo das “interferências indevidas do STF”. Recentemente, o mandatário entrou com uma notícia-crime na Suprema Corte contra Moraes por suposto abuso de autoridade. A ação, porém, foi rejeitada pelo ministro Dias Toffoli, que alegou não enxergar indícios, ainda que mínimos, de crimes cometidos por Alexandre.

Durante sua participação no programa 3 em 1, da Jovem Pan, o comentarista Rodrigo Constantino afirmou que Bolsonaro é constantemente atacado pelo poder Judiciário e que, para efeito de comparação com o conflito que ocorre no Leste Europeu, “o Supremo Tribunal Federal é [o presidente da Rússia, Vladimir] Putin e [o presidente Jair] Bolsonaro é a Ucrânia. “A invasão vem do Supremo no poder Executivo e vem de longa data. Não deixou indicar diretor geral da Polícia Federal, não deixou baixar imposto, não deixou governar na pandemia e agora diz que é culpa do presidente. Quem não percebeu o teatro que foi montado para tentar impedir a reeleição de Bolsonaro, é alguém muito sínico, sonso ou cego”, argumentou o analista.

Confira o programa desta quinta-feira, 19:

https://www.youtube.com/watch?v=1wSDnHu4amQ