Acordo global entra em vigor e prevê redução de burocracia nas fronteiras

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2017 11h29
exportações

Um acordo global para impulsionar o comércio mundial reduzindo a burocracia e agilizar os controles nas fronteiras entrou em vigor nesta quarta-feira (22) com a promessa de aumentar o crescimento da economia mundial em meio ponto porcentual até 2030. Fazem parte do acordo 110 países.

Em entrevista a Thiago Uberreich, o diretor-geral da OMC, Roberto Azevedo, explicou que o acordo prevê a simplificação e harmonização de procedimentos alfandegários.

“Desburocratização. Há uma projeção de tempo para que os membros implementem os compromissos. Os países em desenvolvimento, sobretudo, escalonam a implementação destes compromissos. Boa parte deles entra em vigor imediatamente”, disse.

O acordo flexível, segundo o diretor, possibilita que os países mudem suas regras de modo a dar cumprimento da redução dos custos na fronteira.

A expectativa em relação ao Brasil é de ganho com o acordo. “Um estudo da Fundação Getúlio Vargas mostra que o prazo médio de exportação do Brasil cairia de 13 para oito dias. Isso é um ganho de eficiência, um ganho financeiro para as empresas envolvidas com o comércio exterior”, explicou Azevedo.