Alckmin diz que situação da Cracolândia não se resolve em 24h

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2017 07h31
Polícia limpa região após mega-açãoPolícia realiza megaoperação na cracolândia neste domingo

Governador de São Paulo diz que a questão da Cracolândia não se resolve em 24 horas e evita choques com prefeito da capital. Isso porque no domingo, João Doria disse que a Cracolândia acabou depois da ação realizada pelas polícias no chamado “fluxo”, localizado no cruzamento da rua Helvétia com Alameda Dino Bueno.

Nesta segunda-feira, o governador de São Paulo passou mais uma vez pelo entorno da Praça Júlio Prestes antes de comparecer a um evento oficial no Fórum Criminal da Barra Funda.

De acordo com Geraldo Alckmin, 120 pessoas foram atendidas por equipes do programa Recomeço e outras 30 foram internadas no centro de referência do álcool, tabaco e outras drogas: o CRATOD.

Além do acolhimento, uma das estratégias e tentar evitar a concentração de pessoas, o que estimula o uso de entorpecentes.

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin reafirmou que a Cracolândia vai acabar mas disse que isso levará a mais do que 24 horas: “não podemos acreditar que resolve em 24h, mas vai diminuir”.

Nesta segunda, a região amanheceu com forte presença da GCM e PM. Apesar disso, no começo da manhã ficou claro que o problema mudou de lugar e se espalhou aos arredores.

*Informações do repórter Tiago Muniz