Aneel aprova aumento de 33% no valor das bandeiras tarifárias em 2017

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2017 06h27
Energia elétrica

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou o aumento de até 33% no valor das bandeiras tarifárias para o ano de 2017.

O sistema é o responsável pela cobrança extra na conta de luz quando o custo da produção de energia no País fica mais caro.

A partir de agora, quando a bandeira amarela for acionada, o brasileiro vai pagar R$ 2 e não mais R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Já o custo do patamar vermelho 1 foi mantido em R$ 3 para cada 100 quilowatts de energia.

Para a bandeira vermelha 2, houve redução no valor adicional cobrado de R$ 4,50 para R$ 3,50.

Os valores são revisados uma vez por ano pela Agência e levam em conta as variações de custo de energia.

Atualmente, em virtude das chuvas no Sul e no Sudeste, a bandeira tarifária é a verde, o que significa que não há cobrança adicional para os consumidores.

A Aneel acredita que pelo menos até abril não deverá haver mudanças em relação à sinalização vigente.

*Informações do repórter Anderson Costa