“Anjos da Marginal”: Doria anuncia acordo com montadora para fornecimento de frota

  • Por Jovem Pan
  • 23/12/2016 09h44
Marginal Tietê

A poucos dias de assumir a Prefeitura de São Paulo, o prefeito eleito João Doria anunciou com exclusividade ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, o acordo feito com a Mitsubishi para o fornecimento de uma frota de veículos para serviços de manutenção e trânsito nas marginais Tietê e Pinheiros.

Serão dez veículos modelo L-200 que serão usados no programa Marginal Segura – apresentado pelo tucano nesta semana. “A Mitsubishi aceitou e vamos ter uma frota que vamos chamar de ‘Anjos da Marginal’”, declarou.

Doria explicou ainda que os dez veículos – cinco para cada marginal – circularão 24 horas por dia para atuar na proteção e atendimento aos usuários das duas vias.

A operação já tem início no dia 25 de janeiro e até dia 15 de fevereiro, segundo Doria, os dez carros já estarão em pleno funcionamento.

Velocidade das marginais

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr, confirmou uma de suas principais promessas de campanha nesta terça-feira (20). As Marginais Pinheiros e Tietê voltarão a ter 90 km/h como limite de velocidade em suas pistas expressas.

A medida valerá a partir do 25 de janeiro e faz parte do Programa Marginal Segura. O anúncio foi feito pelo novo secretario de Transportes, Sérgio Avelleda, e o futuro presidente da CET, João Otaviano Neto.

A novidade é a nova composição das velocidades nas pistas locais, que terão o limite de 60 km/h e 50 km/h nas pistas que margeiam o passeio. Isso fará, por exemplo, com que a Marginal Tietê tenha quatro velocidades diferentes.

Questionado se a mudança da velocidade na pista local – 50km/h e 60km/h – não acarretaria em um aumento de multas, Doria disse que o quesito está “sob controle”.

“A sinalização será intensa. Serão 922 novas placas que foram fornecidas gratuitamente. São 23 fornecedores que estão cooperando, porque entenderam a importância deste projeto. Teremos ainda 14 unidades de sinalização eletrônica, as carretas eletrônicas. Já há tecnologia disponível aqui e o fornecedor vai disponibilizar 14 delas para as marginais”, explicou.

Confira a entrevista completa: