Apenas 10 cidades no País conseguiram criar mais de mil empregos em 2016

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2017 08h13
Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas Carteira de Trabalhodesemprego

Em tempos que o Brasil registra o maior número de desempregados da história, os bons exemplos se destacam ainda mais. E em 2016 apenas dez cidades do país podem afirmam que criaram mais de mil empregos.

No ano passado inteiro, 2.141 municípios tiveram um saldo positivo de vagas criadas.

Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, se destaca no levantamento. Em pleno ano de crise, 3.506 empregos foram gerados.

O secretário de desenvolvimento econômico Antônio Empke Júnior revelou o motivo que fez a cidade nadar contra a maré.

Mas a capital mundial da celulose, título que dá orgulho aos moradores de Três Lagoas, não parou por aí.

Com o apoio das empresas, o poder público modernizou a logística e investiu na formação de novos profissionais.

A cidade de 115 mil habitantes tem 13 cursos universitários, além de programas de capacitação técnica.

São jovens que saem da sala de aula diretamente para as fábricas, como explicou o gerente local do Senai, Adevaldo Cavalcanti.

Três Lagoas conta ainda com uma boa localização. Além de ficar na divisa com o Estado de São Paulo, ela cresceu próximo ao encontro dos rios Paraná, Tietê e Sucuruí.

A revolução industrial dos últimos 15 anos traz, no entanto, preocupações. De 2005 a 2015, a população da cidade saltou de 87 mil para 115 mil habitantes.

A oferta de empregos ainda é grande, mas não por muito tempo de acordo com o secretário de desenvolvimento econômico.

Antônio Empke Junior afirmou que a gestão tem agido de forma responsável, mas ainda assim admite preocupação com o aumento populacional.

Por outro lado, a situação atual da economia brasileira não tira o sono dos moradores, já que a prosperidade de Três Lagoas vem das exportações.

Confira a reportagem completa de Victor LaRegina: