Após ações do MP, Secretaria vai analisar distribuição de policiais em delegacias

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2016 09h00
Chello Fotógrafo/ Divulgação SSP Secretário de Segurança Pública Alexandre de Moraes - DIV

 O secretário de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes, disse que a resolução sobre números de policiais em delegacias é obsoleta para justificar suspensão de medida após ações do MP.

A resolução 105/13 estabelecia o número de agentes a serem destinados para cada função nos distritos policiais, e ficou válida por mais de dois anos até que a Secretaria percebesse que o documento era inadequado, quando o MP entrou com ações questionando a falta de policiais.

Alexandre de Moraes afirma que vai analisar uma maneira ideal para atender às necessidades das delegacias: “Nós estamos analisando a melhor formulação, até mesmo porque ela foi ditada em 2013, e a partir d e 2013 havia locais que tinham mais policiais e outros menos. O que deve presidir a distribuição de policiais é a eficiência da administração”.

Ao ser questionado sobre o motivo da suspensão da medida, Moraes preferiu levantar a questão de que o próprio MP e o judiciário possuem cargos vagos. Ele afirmou que nenhum dos órgãos, como a Secretaria da Segurança, está sujeito à lei de responsabilidade fiscal, sem poder gastar mais do que têm.

Reportagem: Tiago Muniz