Após delações, Temer recebe deputadas e sanciona leis em prol das mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2017 08h08
DF - TEMER/MULHERES - POLÍTICA - O presidente da República, Michel Temer, e a ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, durante cerimônia de Assinatura de Atos em Prol das Mulheres, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta quarta-feira. 12/04/2017 - Foto: MATEUS BONOMI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOApós delações

Para demonstrar tranquilidade e que o Governo continua trabalhando normalmente, o presidente Michel Temer recebeu um grupo de 15 deputadas de vários partidos, para assinatura de decreto especial de indulto às mulheres presas, por ocasião do Dia das Mães.

O presidente sancionou ainda projeto de lei que proíbe o uso de algemas em mulheres durante o parto e no período pós-parto.

Também foi instituído o mês de agosto como o do aleitamento materno e a garantia de acompanhamento da mãe sobre a amamentação.

Temer ainda sancionou lei que inclui o nome da estilista Zuzu Angel, que morreu em circunstâncias ainda não esclarecidas durante a ditadura militar, no Livro dos Heróis da Pátria.

A advogada-geral da União, Grace Mendonça, fez questão de ressaltar a importância da política de defesa e proteção à mulher.

O presidente não perdeu a oportunidade de lembrar que foi ele, como secretário de Segurança Pública de São Paulo, quem criou a primeira delegacia de proteção à mulher.

*Informações da repórter Luciana Verdolin