Assembleia do RJ volta a discutir pacote de austeridades para o Estado

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2016 08h35
ALERJ

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro volta, nesta terça-feira (22), a discutir o pacote de austeridades que tenta alternativas para acabar com a crise que assola o Estado.

Na última semana, a Alerj foi tomada por manifestantes e é possível que mais manifestações ocorram nesta tarde. O policiamento, no entanto, foi reforçado no local, que conta com chapas de aço e arame farpado.

Mais seis dos 21 projetos do pacote de medidas de corte de gastos do governo estadual. Entre as propostas que serão debatidas estão o aumento da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o adiamento do aumento salarial dos servidores para 2020.

Outra proposta prevê a extinção dos programas sociais Renda Melhor e Renda Melhor Jovem, criados em 2011 para complementar o Programa Bolsa Família no estado do Rio de Janeiro.

Outros três projetos prevêem a regulamentação da notificação eletrônica da Fazenda Estadual, a extinção dos institutos estaduais de Engenharia e Arquitetura (Ieea) e de Assistência dos Servidores do Estado (Iaserj).

Na sessão, 280 representantes da sociedade civil devem estar presentes. A oposição, no entanto, é minoria no parlamento.

Confira as informações do repórter Rodrigo Viga:

*Com informações de Agência Brasil