Bandidos morrem nas zonas Norte e Oeste após confrontos com a polícia

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2016 08h16
SP - TROCA DE TIROS/FERNÃO DIAS - GERAL - Três criminosos roubam um veículo de um advogado que chegava em sua residência na cidade de Mairiporã, na Grande São Paulo, SP, na noite desta terça-feira (9). A vítima avisou a polícia, que cercou o carro na rodovia Fernão Dias, os bandidos perderam o controle e bateram no muro. Houve troca de tiros e dois morreram. Um terceiro suspeito que estava no carro conseguiu fugir. 10/02/2016 - Foto: NIVALDO LIMA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOConfronto entre PM e assaltantes na Fernão Dias

 Confrontos entre PMs e assaltantes terminaram com quatro bandidos mortos nas Zonas Norte e Oeste de São Paulo. O primeiro tiroteio ocorreu no final da noite de terça-feira (09/02) na Rodovia Fernão Dias, na região do Jaçanã. Dois criminosos assaltaram um motorista no município de Mairiporã e levaram o carro dele, um Hyundai iX35 preto.

Toda a ação foi testemunhada por um vizinho que, com a partida dos bandidos, se ofereceu para ajudar a vítima a recuperar o carro. Os dois entraram no veículo do vizinho e foram atrás dos ladrões, enquanto procuravam por uma equipe da Polícia Militar. Eles encontraram policiais da Força Tática do 26º Batalhão e pediram ajuda. Quando passavam pelo viaduto sobre a Rua Ushikichi Kamiya, região do Jaçanã, na Zona Norte da Capital, o suspeito perdeu o controle da direção.

O Hyundai bateu contra o muro de uma casa na esquina com a Rua Gervásio José dos Santos e parou. Em seguida os criminosos desceram atirando. Os militares revidaram e, no confronto, os assaltantes foram baleados e morreram antes que o socorro fosse acionado.

Já no início da madrugada, outros dois ladrões saíram da cidade de Osasco e seguiram para a região do Morumbi, de moto, para praticar assaltos. Ocupando uma moto CG 125 branca e armados de revólveres calibre 38, eles abordaram dois pedestres em um ponto de ônibus, na altura do número 2745 da Avenida Giovanni Groncchi.

Antes que as vítimas entregassem seus pertences, surgiram dois policiais da ROCAM. Os PMs ainda não haviam percebido o assalto quando foram surpreendidos pela dupla, que passou a atirar enquanto tentava fugir. Os policiais também atiraram e conseguiram balear os dois suspeitos, que caíram mortos ali mesmo, na calçada.

As armas e a moto, que pertencia a um dos assaltantes, foram apreendidas e encaminhadas ao DHPP, onde os dois casos foram registrados.