Abel Ferreira já superou Luxemburgo no Palmeiras? Mauro Cezar vê comparação ‘desonesta’

O técnico português pode conquistar o seu quarto título à frente do clube, caso o Alviverde paulista derrote o Athletico-PR, no Allianz Parque, na decisão da Recopa Sul-Americana

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2022 14h23
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Aldo Carneiro/Estadão Conteúdo/Roberto Giardinalli/Futura Press/Estadão Conteúdo Mauro Cezar evitou comparar as trajetórias de Abel Ferreira e Vanerlei Luxemburgo no Palmeiras Mauro Cezar evitou comparar as trajetórias de Abel Ferreira e Vanerlei Luxemburgo no Palmeiras

Abel Ferreira pode conquistar o seu quarto título à frente do Palmeiras, na noite desta quarta-feira, 2, caso o Alviverde paulista derrote o Athletico-PR, no Allianz Parque, na decisão da Recopa Sul-Americana – no confronto de ida, os times empataram em 2 a 2, na Arena da Baixada. Vencedor do bicampeonato da Libertadores (2020 e 2021) e da Copa do Brasil (2020) no comando do Alviverde, o português entraria no ranking dos quatro técnicos com mais taças no clube, sendo superado apenas por Vanderlei Luxemburgo (8), Osvaldo Brandão (7) e Luiz Felipe Scolari (6). Ainda assim, de acordo com Mauro Cezar Pereira, o treinador não pode ser comparado a Luxa, por exemplo.

“Essas comparações são muito complicadas porque, antigamente, essas competições não eram disputadas. Não existia Recopa Sul-Americana, um torneio de dois jogos. Não existia Supercopa, que é definida em um jogo. Aí você pode ver o copo meio cheio ou meio vazio. Se for meio vazio, o Abel Ferreira perdeu Paulistão, Supercopa, Mundial de Clubes… Vai da sua escolha. Antigamente, nós não tínhamos tantos campeonatos como hoje. Agora, ele tem êxitos e fracassos! Ele tem muita presença em finais porque o Palmeiras é um time forte, estruturado, com salário pago em dia. E não dá para comparar um título do Luxemburgo, como o Campeonato Paulista, com a Recopa, que tem apenas dois jogos. É muito desonesta essa comparação do ponto de vista desportivo”, disse o comentarista, durante o programa “Bate-Pronto”, do Grupo Jovem Pan.