BNDES anuncia linha de crédito para exportação de bens na área da Defesa

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2017 06h44
Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 06/05/2010. Prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. - Crédito:PAULO VITOR/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:56876BNDES Prédio

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, e a presidente do BNDES, Maria Sílvia Bastos Marques, anunciaram nesta terça-feira (04), no Rio de Janeiro, a criação de uma linha de financiamento voltada para a exportação de bens e serviços de defesa produzidos no País.

O anúncio foi feito durante a abertura de feira internacional de segurança e defesa. O BNDES vai poder financiar até 100% do bem e as condições serão definidas caso a caso.

O cargueiro da Embraer, KC390, seria potencial bem financiável, assim como blindados, submarinos e outros, segundo o ministro. O prazo de financiamento pode chegar a 25 anos, com cinco anos de carência.

A estimativa é que nos primeiros 20 anos, a linha atinja financiamentos da ordem de US$ 35 bilhões, mas a presidente do BNDES disse que não há restrições para esta linha de crédito: “depende da demanda”.

No mesmo evento, o presidente da Embraer, Jackson Schneider, afirmou que a empresa brasileira de aviação deve anunciar ainda neste ano a primeira venda internacional do cargueiro. Por enquanto, são 28 encomendas da Força Aérea Brasileira.

*Informações do repórter Rodrigo Viga