Brasil está livre do sarampo, mas combate ao vírus continua, diz infectologista

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2016 11h30
Foto: Banco Mundial para a ONU vacina sarampo

O sarampo está eliminado do Brasil, segundo o comitê internacional de avaliação e eliminação da doença.

O último caso registrado no País foi no Estado do Ceará em julho de 2015. O infectologista do Instituto Emilio Ribas, Jean Gorinchteyn, apontou que o combate ao vírus está no caminho certo.

“Mostra-se o quanto o empenho das autoridades, na medida básica da imunização, faz com que estejamos conseguindo erradicar uma doença que leva a mortalidade, especialmente em crianças”, disse.

Jean Gorintchteyn avaliou ainda como correta a exigência das autoridades sanitárias do Brasil para que estrangeiros tomem a vacina antes de ingerssar no país, principalmente pelo grande fluxo de visitantes no período da Olimpíada.

“O COI já orientou todos seus atletas que venham ao Brasil para que estejam se imunizando, uma vez que haverá circulação do vírus de pessoas que venham de outros países, especialmente da África subsaariana, Leste Europeu e Ásia Central, onde as campanhas de vacinação não são eficazes e a circulação do vírus naquela localidade acaba ocorrendo”, explicou.

Em 2015, a OMS anunciou que a cobertura mundial de vacinação de crianças contra sarampo avançou nos últimos 15 anos, no entanto, está aquém da meta de chegar aos 90% de cobertura.

*Informações do repórter Daniel Lian