“Cada centavo será devolvido ao Teatro Municipal”, diz Fernando Haddad

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2016 10h55
Fernando Haddad (PT) foi o primeiro candidato à Prefeitura de SP a ser sabatinado no Jornal da Manhã da Jovem Pan

O prefeito Fernando Haddad (PT), candidato à reeleição, defende a atuação de sua gestão nos casos de desvios na Fundação Theatro Municipal. “No único caso (de corrupção) apurado em quatro anos, nós fomos diligentes para demitir tempestivamente e bloquear apartamentos, carros e conta bancária dos envolvidos. Cada centavo vai ser devolvido ao Teatro Municipal”, garantiu. Haddad participou nesta segunda (12) de sabatina ao Jornal da Manhã da Jovem Pan, na qual se disse “bastante tranquilo” com o legado que deixa à cidade.

“Quem pegou a corrupção no Teatro Municipal foi a minha gestão, a minha controladoria que descobriu desvio de R$ 15 milhões”, gabou-se o candidato petista. “Os dois corruptos confessos já estão com os bens bloqueados e vão devolver centavo por centavo do que roubaram”, reiterou Haddad, citando os investigados José Luiz Herência e William Naked, ex-diretores da fundação que administra o teatro.

Haddad ressaltou que a situação do maestro John Neschling, também investigado, “não tem nada a ver com o recurso desviado”. “O maestro está sendo investigado pelo mp por tráfico de influência em relação a seu agente no exterior”, afirmou.

“Referência”

Para o candidato à reeleição, “São Paulo é referência no Brasil hoje no combate à corrupção”. Ele diz que sua gestão recuperou “mais de R$ 600 milhões” desviados em administrações passadas: R$ 145 milhões da gestão Maluf/Pitta na Operação Água Espraiada, R$ 151 milhões da máfia do ISS (R$ 296 mi recuperados em caixa, na soma) e R$ 330 milhões em imóveis bloqueados de “funcionários públicos corruptos já demitidos a bem do serviço público”.