Chegada do frio na Europa não impede imigração de refugiados

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2015 12h18
Refugiados esperam para se registrar em Berlim em dia de frio na capital alemã

 Somente no mês de outubro 218.394 pessoas chegaram à Europa. O número é recorde em 2015, um ano marcado pelo drama de imigrantes e refugiados que tentam chegar ao continente.

O fluxo registrado no mês passado foi tão grande que ultrapassou o do ano passado inteiro, quando 216.000 pessoas chegaram ao velho continente. O boom dos refugiados, que querem evitar os conflitos do Oriente Médio, começou durante o verão europeu e especialistas acreditavam que a chegada do outono diminuiria o êxodo.

O porta-voz da agência para refugiados da ONU, Luiz Fernando Godinho, lembra que o drama dos refugiados existe a muito mais tempo: “Infelizmente o que se vê hoje na Europa é parte de uma crise que é muito maior do que a que acontece no mar mediterrâneo”. Ele assinala que não haverá solução enquanto a guerra civil na Síria e outros conflitos na região não forem apaziguados.

Godinho ainda critica medidas tomadas por alguns países europeus, como por exemplo, a Áustria, que está preparando uma lei para deter imigrantes do Afeganistão. Segundo ele, a medida aumenta o sofrimento dos refugiados e facilita o trabalho de traficantes na região.