Cientistas alertam para danos com construção de hidrelétricas no Amazonas

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2017 14h17 - Atualizado em 29/06/2017 00h30
Crianças brincam na comunidade de ribeirinhos de São Lourenço

Revista Nature e cientistas brasileiros alertam os possíveis danos ambientais se hidrelétricas forem construidas nas proximidades do rio Amazonas.

Um prognóstico nada animador feito por uma equipe internacional de pesquisadores foi publicado na revista científica “Nature” apontando impactos negativos de construções de hidrelétricas no rio Amazonas.

O grupo, que inclui cientistas do Inpa da Universidade Federal do Amazonas e da Universidade do Texas nos EUA, formulou um índice de vulnerabilidade dos rios diante das obras atuais e futuras.

O pesquisador amerciano do Inca Phelip Fearnside que esta a 40 anos no Brasil alerta para o grande deslocamento de comunidades ribeirinhas. Alem disso, o pesquisador americano do Inca diz que as usinas acabam com os nutrientes tanto para os peixes quanto para a floresta amazonica.

O pesquisador americano alerta ainda para a emissão de gás e efeito estufa causados pelas hidrelétricas. Phelip Fearnside diz que o Brasil tem condições de gerar energia sem precisar da construção de hidrelétricas, mas com a ajuda dos rios ou por outras fontes renováveis, como a solar e a eólica.

O pesquisador Phelip Fearnside propõe também uma gestão integrada e transnacional dos rios amazônicos será capaz de evitar o mau uso desses recursos. E que para isso, o órgão ideal seria a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica, que já reúne os países cujo território integra o bioma.

Ouça a reportagem completa AQUI.